Brucelose humana: o que é, sintomas, causas, diagnóstico e tratamento

27 ago
Postado por Marina Caxias Categoria: Blog

Você está procurando mais informações sobre a brucelose humana? Então você está no lugar certo, pois neste artigo vamos tirar todas as suas dúvidas sobre brucelose. Abaixo estão algumas das perguntas que vamos responder neste texto:

• O que é brucelose humana?

• Qual o agente causador da brucelose?

• Quais são os sintomas da brucelose humana?

• Brucelose na gravidez é grave?

• Como ocorre a transmissão da brucelose em humanos?

• Como é feito o exame laboratorial para diagnóstico da brucelose?

• Qual o tratamento da brucelose?

• Brucelose humana tem cura?

• Brucelose é uma zoonose?

• Brucelose humana é contagiosa?

• Existe alguma vacina de brucelose em humanos?

• Brucelose pode deixar o homem estéril?

 

Lembre-se, caso não encontre a resposta para a sua pergunta, escreva nos comentários que vamos responder para você. Boa leitura.

Curso de Técnicas Parasitológicas Aplicadas às Análises Clínicas (clique aqui).

O que é brucelose humana?

Brucelose humana é uma doença infecciosa bacteriana, conhecida popularmente como febre de Malta ou febre mediterrânea. É comum em certos continentes e regiões, como América do Sul e Central, México, região do Mediterrâneo, Península Arábica e Índia. É uma doença bacteriana transmitida ao ser humano por animais que podem estar infectados. Segundo o Ministério da Saúde, é considerada uma doença associada ao trabalho, portanto atingindo trabalhadores rurais, médicos veterinários, trabalhadores de frigorífico e trabalhadores de laboratório, os biomédicos¹ por exemplo.
¹ Equipamento de biossegurança nível 3 para pesquisa e manuseio de Brucella spp.

Brucelose é uma zoonose?

Sim, brucelose é uma zoonose, pois é uma doença infecciosa que passa dos animais para os seres humanos, com agente etiológico pela bactéria do gênero Brucella spp.

Qual o agente causador da brucelose?

A brucelose humana é causada por uma bactéria do gênero Brucellaspp., da família Brucellaceae. É constituída por dez espécies diferentes entre si, pelas suas características, tais como: antigênicas, bioquímicas e respectivos hospedeiros. As espécies encontradas no Brasil, são: B. abortus (bovinos); B suis (suínos); B. ovis (ovelhas) e B. cannis (caninos).
As bactérias do gênero Brucella spp. são cocobacilos gram-negativos, aeróbios, imóveis, não possuem cápsula, não formam esporos. São parasitas intracelulares facultativos com preferência pelo trato reprodutivo, articulações e sistema digestório.

o agente causador da brucelose brucella spp

Figura 1: Conjunto de células de Brucella spp. / Fonte: Livro – Microbiologia 6º edição 2015.

ciclo biologico brucelose humana ciclo de contagio brucelose humana ciclo biologico brucellose spp brucelose humana

Figura 2: Ciclo de contágio. / Fonte: Brucelose humana – Governo do estado de Rondônia Secretaria de Estado da Saúde – SESAU.

Quais são os sintomas da brucelose humana?

Como sintomas da brucelose humana podemos citar:
sintoma brucellose humana brucella spp
Tabela 1: Criado pelo autor do texto.
² Sintomas parecidos com a fase aguda, porém mais intensos.
Esses sintomas podem aparecer em dias ou meses, podendo apresentar sintomas leves, mas também pode ocorrer da doença passar de sintomas agudo para crônico.

Brucelose na gravidez é grave?

A infecção pela bactéria Brucella spp. em mulheres grávidas é rara de se acontecer, porém se ocorrer, pode ocasionar morbidade perinatal, ou seja, morte do feto ou do recém-nascido. Por este motivo, é indispensável a realização adequada do pré-natal.

Brucelose pode deixar o homem estéril?

Nos homens, a brucelose pode causar uma inflamação nos testículos e disfunção erétil, podendo causar uma possível infertilidade nos homens. O testículo, localizado dentro da bolsa escrotal, produz hormônio testosterona essencial para a espermatogênese (processo fisiológico responsável pela produção dos espermatozoides). Se houver algum processo inflamatório no testículo, pode diminuir o nível de testosterona na corrente sanguínea, com isso diminui a eficácia da espermatogênese, e as chances de ter espermatozoides com alterações em sua morfologia e fisiologia são maiores. Ou seja, dificulta a formação adequada dos espermatozoides, podendo apresentar alguma anormalidade em sua estrutura, como por exemplo, na cabeça, peça intermediária e/ou na cauda, com isso dificultando o encontro com o oócito na tuba uterina, impossibilitando uma possível fertilização.

Como é feito o exame laboratorial para diagnóstico da brucelose?

O diagnóstico por avaliação médica para brucelose humana pode ser difícil, pois é facilmente confundida com outras doenças, pela semelhança de sintomas que outras patologias apresentam, por esta razão é necessário exames laboratoriais e de imagem para auxiliar.
O exame laboratorial é realizado seguindo o protocolo da AGEVISA-RO, que consiste em: teste direto e teste indireto.

Teste direto: determinação da espécie bacteriana (DNA) pela técnica de PCR (padrão ouro) e cultura bacteriana (EX: ágar-sangue);

Teste indireto (imunologia): teste de soroaglutinação com antígeno brucélico corado pelo Rosa Bengala (AAT), e teste confirmatório Elisa – IgM e IgG (ensaio imunoenzimático).

diagnostico de brucelose humana teste indireto imunologia

Figura 3: Fluxograma de Diagnóstico de Brucelose Humana / Fonte: Protocolo estadual de vigilância e manejo clínico de brucelose humana, 2012.

Exame de imagem para diagnóstico da brucelose

Médicos podem pedir exames de imagem, devido a alguns sintomas, podendo auxiliar no diagnóstico avaliando a extensão da brucelose humana osteoarticular, uma anormalidade na cartilagem hialina, podendo impossibilitar que o trabalhador infectado por essa bactéria continue executando suas atividades em seu devido trabalho e função. São realizados exames como tomografia computadorizada, ressonância magnética, raio-X, ultrassonografia, punção lombar e eletrocardiograma (ECG).

Sinal de Pedro Pons: erosão na porção anterossuperior de um corpo vertebral, mais comum na região lombar.

sinal de pedro pons ressonancia magnetica lombar sinal de pedro pons brucelose humana

Figura 4: Ressonância magnética região lombar de Sinal de Pedro Pons. / Fonte: Brucelose humana – Governo do estado de Rondônia Secretaria de Estado da Saúde – SESAU.

Qual o tratamento da brucelose?

O tratamento para brucelose poderá ser iniciado após avaliação médica e com a confirmação do diagnóstico por exames laboratoriais. É realizado com antibióticos Tetraciclinca, Doxiciclina e Miniciclina, aminoglicosídeos como Rifampicina, Cotrimoxazol, as Quinolonas e Cefalosporinas. Sendo administrados por no mínimo seis semanas. Paciente deve fazer repouso e ingerir bastante água.
Se não tratada a doença pode se desenvolver para um quadro crônico. O SUS disponibiliza o tratamento gratuito de brucelose humana.

Brucelose humana tem cura?

Tem cura e não deixa sequelas, mas para isso o tratamento deverá ser feito adequadamente.

Existe alguma vacina de brucelose em humanos?

Não existe vacina para brucelose em humanos. O único meio é a prevenção da proliferação da bactéria nos animais.

Como ocorre a transmissão da brucelose em humanos?

A transmissão da brucelose em humanos ocorre por meio de animais infectados pela bactéria. A bactéria pode entrar no organismo humano por ingestão, inalação e/ou por penetração em feridas. Portanto, o ser humano pode se contaminar pelo contato humano – animal (zoonose), que consiste em ingestão de carne cruas e/ou mal passada, leites e seus derivados não pasteurizados; sangue e secreções, ou pela manipulação de fetos abortados, restos placentários e de vísceras. Já a contaminação humano-humano é muito rara de acontecer, mas pode ocorrer por relação sexual, via transplacentária, parto, amamentação, transfusão sanguínea e transplante de medula óssea.

Referências

ALTERTHUM, Flavio. Microbiologia. 6. ed. atual: Atheneu, 2015. 920 p.

http://dive.sc.gov.br/conteudos/zoonoses/publicacoes/Protocolo_Clinico_de_Brucelose_Humana.pdf.

http://saude.gov.br/saude-de-a-z/brucelose-humana#:~:text=A%20brucelose%20humana%20é%20uma,apenas%20alguns%20dos%20possíveis%20hospedeiros.

http://www.jakobi.com.br/assets/docs/trabalhos/brucelose_humana.pdf.

https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/manual_microbiologia_completo.pdf.

https://www.frontiersin.org/articles/10.3389/fimmu.2019.01759/full.

https://www.msdmanuals.com/pt/profissional/doenças-infecciosas/bacilos-gram-negativos/brucelose#:~:text=Brucelose%20é%20causada%20por%20Brucella,fraqueza%2C%20sudorese%20e%20dores%20vagas.

https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-11692015000500919&script=sci_arttext&tlng=pt

Autora

Letícia Aureliano Batista – Biomédica

 

Você também vai gostar de ler:

Infecções por fungos na vagina: entenda os tipos, causas, sintomas e diagnóstico.

Toxoplasmose (Toxoplasma gondii): sintomas, tratamento, transmissão e prevenção

 

Nenhum comentário ainda

You must be logado em para post a comment.