iniciacao cientifica, ic estagio para mestrado, bolsa para pesquisa, estudante na pesquisa, estagio para biomedina, estagio em pesquisas saude, pibic cnpq

Como conseguir um estágio de iniciação científica?

27 out
Postado por Marina Caxias Categoria: Blog

Neste artigo iremos falar sobre como você pode conseguir um estágio de iniciação científica, trata-se de um estágio para biomedicina muito importante, afinal pode te abrir portas para a área da pesquisa cientifica.

  1. Iremos responder as seguintes questões:
  2. Quem pode fazer iniciação científica?
  3. Qual é o objetivo da iniciação científica?
  4. O que é pesquisa e iniciação científica?
  5. Como participar de uma iniciação científica?
  6. iniciação científica vale como estágio?
  7. Como funciona estágio para mestrandos
  8. Existe iniciação científica no exterior?
  9. Como funciona a bolsa PIBIC?

Vamos lá?

 

Entenda sobre estágio de iniciação científica

Se você está com dúvidas sobre a iniciação científica (IC), veio ao lugar certo. Este tipo de programa pode te abrir portas e fazer com que você aprenda técnicas avançadas que poderão ser utilizados posteriormente no diagnóstico de doenças, ou na pesquisa científica.

Cursa biomedicina? Então, saiba que se trata de um tipo de estágio para biomedicina na área da pesquisa, que é uma das áreas de atuação do biomédico.

Separamos algumas questões sobre esse assunto, para que você conheça mais sobre este “start” na carreira científica. Veja:

O que é pesquisa e iniciação científica?

iniciacao cientifica, ic estagio para mestrado, bolsa para pesquisa, estudante na pesquisa, estagio para biomedina, estagio em pesquisas saude, pibic cnpq aula pratica

 A iniciação científica é a melhor forma de ser iniciado no grande universo da pesquisa acadêmica.

O pesquisador é o profissional que busca perguntas para respostas. Dentro da área da saúde é possível realizar pesquisas em vários ramos: pesquisas sobre novos medicamentos, novas técnicas trabalho, auxiliar na produção de equipamentos biomédicos mais eficientes, encontrar melhores vias de administração de fármacos e muito mais! A área da pesquisa é vasta e sempre precisa de novos profissionais.

A iniciação científica é um processo onde um aluno irá ser orientado por um professor a desenvolver um projeto de pesquisa direcionada à alguma área específica. Neste processo de aprendizado, o aluno irá conhecer técnicas e formas de analisar dados, para conseguir responder determinadas perguntas.

Este primeiro contato com a pesquisa, através da IC, pode ser remunerado ou voluntário. Isso vai depender de cada instituição e do órgão na qual à pesquisa está vinculada.

 

Quem pode fazer iniciação científica?

 Qualquer aluno de graduação pode fazer iniciação científica. Muitas vezes é preferível que o aluno comece o projeto a partir do 2 ano da graduação, pois já estará um pouco familiarizado com a área que estuda.

Para iniciar o seu estágio em iniciação científica é preciso entrar em contato com o professor responsável pelas pesquisas dentro da sua instituição de ensino.

Uma ótima dica para otimizar o seu tempo, é escolhendo o seu orientador de TCC e conversando com ele sobre a IC. Dessa forma, você já conseguirá utilizar o seu projeto de pesquisa como TCC.

 

Qual é o objetivo da iniciação científica?

 O objetivo da iniciação científica é promover o conhecimento dentro da área da pesquisa científica. O aluno que tem a oportunidade de realizar esse tipo de atividade desenvolve senso crítico e capacidade de investigação.

Quanto mais conhecimento for possível adquirir durante a graduação, melhor será para o seu futuro. Para quem almeja cursar um mestrado após a graduação, a IC é uma forma de adquirir conhecimentos prévios e conhecer um pouco sobre a vida de um pesquisador.

 

Como é um projeto de pesquisa?

 Um projeto de pesquisa científica deve ser escrito contendo introdução, justificativa, referências teóricas, objetivos, metodologia, cronograma e bibliografia.

Se você ainda não sabe fazer tudo isso, não se desespere! O seu orientador irá ajudar a elaborar cada etapa do seu projeto.

 

Iniciação científica vale como estágio?

 A iniciação científica e o estágio supervisionado são bem diferentes. Enquanto na IC o aluno irá realizar pesquisas científicas e pesquisar sobre o assunto estudado, no estágio supervisionado o aluno irá aprender práticas da sua profissão.

Por exemplo, a iniciação científica para biomedicina normalmente envolve áreas como genética, química e bioquímica. Já o estágio supervisionado para o futuro biomédico será dentro de uma das habilitações escolhidas pelo aluno, normalmente as instituições oferecem estágio supervisionado em análises clínicas.

 

Devo fazer IC ou estágio?

 Se você está em dúvida se procura um estágio supervisionado ou se opta pela IC, é importante pensa no que você realmente quer ao terminar a graduação.

Caso você tenha o intuito de realizar um mestrado ou de trabalhar como pesquisador, a iniciação científica é um ótimo passo para te preparar para este futuro.

 

Como funciona estágio para mestrandos?

 Alguns orientadores de mestrado gostam de oferecer um estágio probatório para ingresso na pós graduação. Este estágio permite que o orientador verifique se você realmente tem habilidades para se tornar um pesquisador.

Todo pesquisador precisa ser proativo, criativo, curioso para ir em busca de respostas e principalmente dedicado.

As técnicas dentro da pesquisa científica podem ser aprendidas. Mas, o desejo pela pesquisa é algo que algumas pessoas já possuem. E é exatamente isso que o estágio probatório quer avaliar.

O tempo do estágio para mestrados irá ser definido pelo orientador do programa. Para ingressar é preciso entrar em contato com a instituição de ensino onde você deseja cursar mestrado ou com o orientador da área de pesquisa que você escolher.

 

Como funciona a bolsa PIBIC?

cnpq-pibic-iniciacao cientifica-ensino-aluno-bolsa 

O PIBIC e o PIBITI são bolsas financiadas pelo CNPq. Essa bolsa tem a duração de 12 meses e é oferecida para alunos de Iniciação Científica ou Tecnológica. O valor desta bolsa atualmente é de R$400,00, sujeito a mudanças.

Para que você consiga ter algum tipo de bolsa é necessário realizar um relatório periódico onde irá contar tudo sobre a sua pesquisa.

Só pode ser bolsista quem estiver regularmente matriculado em um curso de graduação e não tiver nenhum vínculo empregatício.

 

Existe iniciação científica no exterior?

 É possível realizar iniciação científica no exterior, para isso é necessário conversar sobre o assunto com orientador e com o coordenador de curso.

Algumas instituições possuem parcerias com universidades de outros países, isso facilitará os processos burocráticos. Neste caso, o orientador irá ajudar o aluno a conseguir os documentos necessários para realizar a IC fora do Brasil.

Outra forma de conseguir fazer IC em outro país é a parceria com fundações de apoio à pesquisa (FAPs). Se a faculdade que você estuda possuir essa parceria, basta interromper a bolsa de IC que você possui e entrar em contato com esta instituição de apoio à pesquisa.

Não esqueça que para conseguir fazer IC fora do país é necessário possuir boas notas, ter uma boa frequência na faculdade e principalmente conhecer outros idiomas.

Esperamos que este artigo tenha ajudado a entender mais sobre a iniciação científica. Restou dúvidas sobre o assunto? Deixe um comentário!

 

Referências:

http://cpq.eel.usp.br/perguntasfrequentes/ic

http://cnpq.br/iniciacao-cientifica

 

Autora

Marina da Silva Caxias – Biomédica. Pós graduanda em diagnóstico por imagem.

 

Você também vai gostar de ler:

Uma Maneira Inusitada de Procurar Vagas de Estágio, Mas Que Deu Certo!

7 Razões para você começar a fazer cursos EAD na área da saúde ainda hoje!

Por que alguns estudantes estão sempre no “quase consegui um estágio”?

Nenhum comentário ainda

You must be logado em para post a comment.