Glicemia Média Estimada GME e Hemoglobina Glicada HbA1C

Glicemia Média Estimada (GME) e Hemoglobina Glicada (HbA1C): como calcular? | Diagnóstico do Diabetes

19 dez
Postado por Prof. Dr. Victor Proença Categoria: Blog

Olá, aqui é o Professor Victor Proença, e nesse vídeo a gente vai conversar um pouquinho sobre glicemia média estimada.

Afinal de contas, o que que é isso?

Então vamos lá.

Você pode assistir ao vídeo acima, ou continuar lendo a versão em texto da transcrição do vídeo, tá.

Se você gosta desse tipo de conteúdo já clica aqui em curtir e também deixa o seu comentário nesse vídeo porque ele é muito importante para a gente e também para o YouTube aqui entender que você gosta desse tipo de conteúdo, tá?

Lembra também de se inscrever aqui no canal do IBAP Cursos e ativar as notificações.

Clicar no sininho para você receber todos os próximos vídeos que a gente tem aqui dessa série de diabetes, exames dentro da área da saúde, interpretação de exames.

Para que você possa ser informado sobre esse assunto, tá bom?

Então vamos lá!

 

O que é glicemia média estimada (GME)?


O que é essa história aí de glicemia média estimada?

Primeira coisa, a Glicemia Média Estimada é calculada com base em um outro exame, na verdade.

Ela é derivada de um exame chamado hemoglobina glicada.

A gente já gravou um vídeo extremamente completo sobre esse assunto.

Eu vou deixar aqui na descrição desse vídeo o link para você assistir onde eu cito o que é Hemoglobina e tudo mais.

Mas, resumindo, vamos lá.

 

Exame de Hemoglobina Glicada (HBA1C)


Hemoglobina é uma proteína que está presente dentro das hemácias, ou glóbulos vermelhos, ou eritrócitos.

Então, a hemoglobina, a hemácia em si, tem 120 dias aproximadamente de tempo de vida.

Então a hemoglobina, ela consegue captar a glicose da corrente sanguínea durante esse tempo aí, que é o tempo de duração da hemácia.

E aí se o paciente tem episódios, aí, de hiperglicemia, ele vai captar muita glicose pela hemoglobina, tudo bem?

Assim como outras proteínas plasmáticas, também.

A albumina é muito interessante porque tem um teste chamado de frutosamina, que a gente já também gravou um vídeo.

Eu vou deixar o link aqui na descrição desse vídeo.

Então o que que acontece?

Na hemoglobina glicada a gente mede as glicemias, os picos, né, de hipo ou hiper.

Hiper a hipoglicemia que esse paciente teve nos últimos três a quatro meses.

 

Veja esses cursos, com certificados, que você pode gostar:

IBAP CursosIBAP CursosIBAP CursosIBAP CursosIBAP Cursos


Cálculo da Glicemia Média Estimada (GME)


E aí como a gente tem esses Picos aí foi criada uma fórmula matemática para a gente estimar o quanto de glicose que esse paciente teve, aproximadamente, na corrente sanguínea nos últimos três a quatro meses.

E aí é feito um cálculo, e o cálculo está representado aqui, olha.

Para você, olha, cálculo da glicemia média estimada, ele é 28,7 x pela hemoglobina glicada, que a gente representa como A1C, menos 46,7.

Foi feito estudo científico, tem dois tipos daí de cálculos diferentes, na verdade, mas a gente está utilizando de um estudo específico aí que é o estudo da ADAG, que a gente diz, tá.

Então, só para constar, aqui, olha.

O paciente com diabetes mellitus estabelecido, né.

Então mais do que 6,5 é considerado aqui pela nossa sociedade brasileira de diabetes.

Então mais do que 6,5 de HBA1C, o paciente é considerado como diabético.

Ou portador de diabetes, né.

Ou tendo diabetes estabelecido, que é o termo utilizado.

E quanto que daria isso na Glicemia Média Estimada?

Daria em torno de 140, tudo bem?

Quer dizer que está bem acima da Glicemia considerada normal que é de 70 a 99, tudo bem?

glicemia média estimada como calcular - hemoglobina glicada hba1c

(fonte: https://diretriz.diabetes.org.br)

 

Pré-diabetes


Ah, professor, mais e o pré-diabetes, por exemplo?

Pré-diabetes aqui ó 5.7 a 6,5% de hemoglobina glicada.

Quanto que daria em glicemia média estimada?

De 126 a 140, aproximadamente.

 

Normoglicemia


E o normal, professor, que é o chamado de normoglicemia?

Na hemoglobina glicada de 4 a 5,7%.

E daria, fazendo os cálculos aproximadamente, de 70 a 126 na glicemia média estimada.

Uma outra coisa que é importante aqui.

 

Hipoglicemia


O paciente ele pode cair muito aqui essa porcentagem de hemoglobina glicada aqui, olha.

Para baixo de quatro, por exemplo, não não pode.

Porque aí ele tá entrando em quadros de Hipoglicemia, o que também não é legal.

Quer dizer que, por exemplo, o medicamento está sendo dose excessiva ou ele tá deixando de comer durante muito tempo.

Mas basicamente o controle não tá sendo adequado também.

Então a gente não pode ter hipoglicemia, nem hiperglicemia.

A gente tá tem que ficar ali próximo da normalidade, tudo bem?

 

Glicemia Média Estimada não é outro exame


Então a Glicemia média estimada, na verdade, não é um outro exame.

Em muitos Laboratórios estão soltando já esses resultados para os médicos terem maior controle e os pacientes conseguirem compreender melhor, já no exame de hemoglobina glicada.

Então, faz o exame de hemoglobina glicada, e aí calcula a Glicemia Média Estimada desse paciente nos últimos três a quatro meses.

E aí normalmente o que que acontece, em pacientes que têm diabetes?

Esses valores aqui, olha, acabam ficando bem altos, mostrando o que, na verdade?

Mostrando que nos últimos três a quatro meses esse paciente teve vários picos de hiperglicemia.

Mostrando que a glicose no sangue ficou alta durante muito tempo.

E você consegue, de repente, espaçar em tempos menores, por exemplo, o tratamento desse paciente, mudar o protocolo de tratamento, induzir o paciente ou estimular o paciente a praticar mais atividade física, fazer mais controle alimentar entre outras possibilidades para o controle, tudo bem?

Então isso é uma glicemia média estimada, tá.

 

Curta e Compartilhe!


Se você gosta desse tipo de conteúdo, clique aqui curtir.

E também deixe o comentário que ele é bastante importante, como eu falei no início desse vídeo.

Se inscreve aqui no canal do IBAP Cursos e ativa todas as notificações.

 

Conheça o Passaporte IBAPFLIX

passaporte ibapflix

Antes da gente terminar o vídeo eu queria te apresentar o Passaporte IBAPFLIX, que é a nossa plataforma de cursos dentro da área da saúde.

Lá você encontra mais de 50 cursos certificados que você pode fazer quantos cursos você quiser, na hora que você quiser, na sequência que você quiser.

É claro, sempre contando aqui com a nossa equipe.

Você tem todo o suporte dos nossos especialistas.

Mas tem cursos na área de bioquímica, micro, imuno, parasito, análises clínicas de uma maneira geral, partes relacionadas com biologia, entre outros cursos, que são muito importantes para sua carreira, tá bom.

Lá você pode melhorar o seu currículo, se qualificar para o mercado de trabalho, pode, por exemplo, pegar o certificado e apresentar no concurso público.

Num processo seletivo, apresentar para validação de atividades complementares na sua faculdade, entre outras possibilidades, tá bom?

Então, eu te convido a clicar no link que eu vou deixar aqui abaixo desse vídeo e conhecer melhor o Passaporte IBAPFLIX.

Meu nome é Victor Proença, obrigado por você me ouvir até agora.

Um grande abraço e até a próxima aula.

 

Você também vai gostar:

Diabetes Mellitus Gestacional (DMG): o que é? Como ocorre? Quais os fatores de risco?

Curso de Diagnóstico Laboratorial do Diabetes Mellitus

Conheça os principais erros na fase pré-analítica dos exames laboratoriais e saiba como evitá-los

 

Você também pode se interessar:

Curso de Hematologia Oncológica

Curso de Noções em Reprodução Humana Assistida

Curso de Diagnóstico Laboratorial do Diabetes Mellitus

Curso de Interpretação do Hemograma

Passaporte de cursos: mais de 1.500 horas certificadas

 

Nenhum comentário ainda

You must be logado em para post a comment.