crescimento-bacteriano

Crescimento da célula e de populações bacterianas

04 ago
Postado por Categoria: Blog

O crescimento celular consiste na divisão da mesma, sua reprodução, por assim dizer. Esse conceito, que é o básico do ensino de ciências de qualquer escola do ensino fundamental, mostra que a célula se reproduz através da divisão. Esse processo ocorre de maneira espontânea e com período de tempo variado, visto que cada célula pode dispor de uma função e características diferentes.

As células bacterianas apresentam o crescimento exponencial; uma célula vira duas, duas viram quatro e assim sucessivamente. A cinética do crescimento celular bacteriano é representada pela seguinte equação: Nt = 2n x Ni.

Uma célula bacteriana pode se dividir através da própria nutrição, a célula cresce, vai “inchando” a membrana celular até se dividir em duas e, posteriormente, essas outras duas se dividem novamente no mesmo processo. Esse tipo de crescimento é normalmente observado in vitro de ambiente nutritivo. Na fissão binária, por sua vez, a célula se alonga até se dividir em duas.

 

As fases de crescimento das bactérias

crescimento-bacteriano

A bactéria é um ser vivo unicelular que se reproduz através da divisão dessa única célula, que como exemplificado anteriormente, vai se multiplicando de forma espontânea. No entanto, essa reprodução não é eterna, pois as bactérias, iguais a qualquer ser vivo, possuem um ciclo de crescimento e declínio. Imagine a linha de um batimento cardíaco, existe um ponto baixo que cresce, chega ao todo e posteriormente desse novamente. Essa é a representação das fases do crescimento bacteriano.

O crescimento das populações bacterianas pode ser afetado por uma série de fatores. Na condição de ser vivo, uma bactéria depende de nutrientes para sobreviver e em um ambiente hostil, sua integridade molecular e o seu metabolismo pode ser afetado, impedindo sua nutrição e até mesmo a agredindo diretamente.

Esses são os principais fatores que afetam o crescimento bacteriano: pH desfavorável; concentração de oxigênio; solutos e atividade da água; temperatura; pressão ambiente; e radiação.

 

As 4 fases do crescimento bacteriano:

crescimento-bacteriano

  1. Fase de latência:
    A latência do crescimento celular bacteriano se dá pela estagnação da mesma, que em um novo ambiente, seja corpo vivo ou in vitro, tende a demorar a se adaptar e a crescer. Os motivos disso são variados, influenciado pelo tipo de bactéria e ambiente;
  2. Fase exponencial:
    É nessa fase que é categorizado o crescimento espontâneo celular mencionado anteriormente. Esse é o ponto onde a bactéria encontra o seu ápice de crescimento, sendo um ótimo período para experimentações científicas;
  3. Fase estacionária:
    Esse é o ponto onde as células bacterianas cessam o seu crescimento, mantendo a colônia estacionada, com índice mínimo ou zero de crescimento. Isso pode acontecer devido a deterioração da bactéria mediante o ambiente externo, por falta de nutrientes ou até mesmo de um agente agressor;
  4. Fase da morte (decline-o):
    O processo final consiste quando as células da colônia começam a morrer, categorizando o decline-o. A morte tende a ser mais lenta que o crescimento, mas no caso de um agente externo, como um medicamento, a colônia inteira pode por morrer nessa fase.

Nenhum comentário ainda

You must be logado em para post a comment.