Como colher as fezes para o exame de coprocultura (cultura de fezes)? | Prof. Dr. Victor Proença

Como colher as fezes para o exame de coprocultura (cultura de fezes)? | Prof. Dr. Victor Proença

28 jul
Postado por Prof. Dr. Victor Proença Categoria: Blog

Nessa aula vamos explicar como colher as fezes para o exame de coprocultura (cultura de fezes) | Prof. Dr. Victor Proença – IBAP Cursos
***
https://bit.ly/passaporte-ibapflix – clique no link para saber como ter acesso a mais de 50 cursos CERTIFICADOS na área da saúde. Faça quantos cursos quiser com uma única assinatura anual. Melhore seu currículo e qualifique-se para o mercado de trabalho com os melhores professores!
***
Conteúdo
O que é coprocultura (cultura de fezes)?
Prof. Dr. Victor Proença
O que é coprocultura?
– Tipo de exame de fezes
– Identificar microrganismos causadores de infecções e doenças do TGI: bactérias e fungos
– Geralmente médico também solicita EPF (protozoários e helmintos)
Coprocultura: quando é solicitado?
– Desconforto abdominal;
– Diarreia;
– Náuseas e vômitos;
– Febre;
– Mal-estar geral;
– Presença de muco ou sangue nas fezes;
– Diminuição do apetite.
Coprocultura: coleta
– Geralmente amostra colhida no laboratório
– Resultado negativo: indica que não há presença de organismo estranho nas fezes
– Resultado positivo: demonstra o microrganismo causador da doença ou da infecção.
Coprocultura: agentes comuns
– E. coli enteroinvasora (EIEC);
– E. coli enteropatogênica clássica (EPEC);
– Salmonella spp;
– Shigella spp;
– Campylobacter spp;
Coprocultura: agentes especiais
– Aeromonas spp.
– E. coli enterohemorrágica (sorotipo 0157:H7)
– Plesiomonas spp.
– Yersinia spp.
– Vibrio cholerae

Exame de coprocultura: como colher as fezes?
Coleta de fezes: Coprocultura
 Devem ser coletadas no início ou fase aguda da doença, quando os patógenos estão usualmente presentes em maior número e, preferencialmente, antes da antibioticoterapia
Coprocultura
(cultura de fezes)
 Coletar as fezes e colocar em um frasco contendo o meio para transporte (Cary Blair ou salina glicerinada tamponada), fornecido pelo laboratório, em quantidade equivalente a uma colher de sobremesa. Preferir sempre as porções mucosas e sanguinolentas.

Coprocultura (cultura de fezes)
 Fechar bem o frasco e agitar o material
 Se a amostra não for entregue no laboratório em uma hora, conservar em geladeira a 4ºC, no máximo por um período de 12 horas
 Marcar o horário da coleta

Swab retal (Coprocultura)
 Usar swab de algodão, certificando-se de que a ponta da haste que suporta o algodão está bem revestida.
 Umedecer o swab em salina estéril (não usar gel lubrificante) e inserir no esfíncter retal, fazendo movimentos rotatórios.
Swab retal
Coprocultura
 Ao retirar, certifique-se que existe coloração fecal no algodão.
 O número de swabs depende das investigações solicitadas.
Swab retal (Coprocultura)
 Para cultura de S. agalactiae pode-se utilizar o mesmo swab vaginal para coleta de swab anal e colocá-lo em caldo Todd-Hewitt.
 Identificar a amostra e enviar ao laboratório no intervalo de 30 minutos ou utilizar o meio de transporte fornecido.
***
Eu separei outros vídeos que você também vai gostar:
• Playlist com os vídeos do Curso de Microbiologia Humana Básica e Clínica: https://www.youtube.com/watch?v=v_oXZm3vuNE&list=PLvkdpgsL02zeugdZNdlwiO2vkkbo9t0nv&index=1
• Exame de urocultura (cultura de urina): como fazer a coleta de urina? | Urocultura qual o preparo? https://youtu.be/QGxbvj7PiDM
– O que é coprocultura (cultura de fezes)? Para que serve? | Prof. Dr. Victor Proença – IBAP Cursos: https://youtu.be/MWHC0cppc44
– Como colher as fezes para o exame de coprocultura (cultura de fezes)? | Prof. Dr. Victor Proença: https://youtu.be/fT6xzSMvov4
***
Você quer se qualificar para o mercado de trabalho?
Sair na frente dos concorrentes?
Os melhores cursos e eventos na área biomédica?
Então você está no lugar certo!
***
Site: https://ibapcursos.com.br/tipo-curso/cursos-online-com-certificado/
Instagram: https://instagram.com/ibapcursos
Facebook: https://www.facebook.com/ibapcursos/
false

Nenhum comentário ainda

You must be logado em para post a comment.