caracteristicas dos fungos filamentosos reprodução estrutura hifas morfologia dos fungos

Características dos fungos filamentosos: o que são, quais os tipos, classificação, estruturas e morfologia

21 out
Postado por Marina Caxias Categoria: Blog

Já ouviu falar em fungos filmentosos? São seres que apresentam microscópicos que possuem grande importância na microbiologia. Apresentam relevância tanto na área da indústria alimentícia, quanto na área de saúde.

Sabia que há muito tempo atras os fungos eram considerados vegetais? Foi somente em 1969 que passaram a fazer parte do Reino Fungi. Para fazer parte deste grupo é necessário atender um conjunto de características diferentes e discursaremos sobre isso neste artigo!

Além disso, ao decorrer deste texto iremos responder as seguintes perguntas:

  1. O que são fungos filamentosos? 
  2. Como os fungos filamentosos são classificados? 
  3. Como fazer a identificação de fungos filamentosos ao microscópio? 
  4. Qual a morfologia dos fungos filamentosos? 
  5. Quais as estruturas dos fungos filamentosos? 
  6. Quais são os fungos filamentosos de importância médica? 
  7. Como é a reprodução dos fungos filamentosos? 
  8. Como são as colônias de fungos filamentosos? 

Vamos lá?

 

Quer aprender mais sobre microbiologia? Conheça o curso de microbiologia IBAP! Microbiologia: resumo, o que é e microrganismos - Toda MatériaCLIQUE AQUI. Comece já seu aprimoramento 100% online!

 

 

-O que são fungos filamentosos e como são classificados?  

Os fungos filamentosos são unicelulares, eucariontes, ou seja, organismos que possuem um núcleo bem definido, envolto por uma membrana.   

Para ser considerado fungo é necessário que o organismo apresente algumas características, como não sintetizar clorofila, conter uma parede celular sem celulose e não realizar o armazenamento de amido como substância reserva. 

  

-Qual a morfologia e as estruturas dos fungos filamentosos?  

Com relação a morfologia dos fungos podemos dizer que estes seres microscópicos podem ser encontrados de duas formas: leveduras ou hifas. 

As leveduras possuem forma oval e fazem reprodução assexuada através de uma técnica chamada de brotamento. A reprodução por brotamento acontece sem envolvimento de gametas, dessa forma não oferece variações genéticas. Como o próprio nome sugere, no brotamento surgem brotos que darão origem a outros fungos, e finalmente formar colônias. 

 lise enzimatica levedura fungos filamentoso microscopia de fungos morfologia levedura miscoscopio óptico

Fonte: FLEURI; SATO, 2010 

A imagem acima mostra a  lise de leveduras – observação em microscópio óptico. 

 

As hifas são estruturas alongadas que possuem ramificações. São os filamentos encontrados em alguns organismos como os fungos. Exemplos de fungos filamentosos que possuem hifas são bolores e mofo. 

 fungo filamentoso morfologia hifas

 Fonte: edisciplinas.usp.br 

Poucos fungos conseguem ter a forma de levedura e possuir hifas ao mesmo tempo, quando isso acontece são chamados dimórficos. Para a patologia os fungos dimórficos são de extrema importância, a micose causada pelo Paracoccidioides brasiliensis, é um exemplo de patologia comum na América Latina. 

 

  Imunologia da paracoccidioidomicose fungo termodimórfico morfologia levedura brotamento

 Fonte: FORTES et al., 2011. 

 

-Como fazer a identificação de fungos filamentosos ao microscópio?  

Para começar o seu exame de fungos filamentosos no microscópico, é necessário que a amostra biológica tenha uma quantidade suficiente. Caso contrário, não será possível fazer o exame microscópico e a cultura deste material que foi coletado.  Quando o assunto é microbiologia a cultura tem um grande valor para diagnostico, por isso pode ser priorizado. 

As informações abaixo foram retiradas do Manual de Detecção e Identificação dos Fungos de Importância Médica, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária. 

  

• Microscopia direta com hidróxido de potássio (KOH) a 20% 

Quando a sua amostra biológica for pele, pelos, unhas ou outros tipos de tecidos, é possível realizar o exame colocando uma gota de KOH sob a lâmina juntamente com a amostra do paciênte. Após cobrir com lamínula, é necessário aquecer a lâmina passando-a sobre a chama do bico de Busen. Examinar após 20 minutos em microscópio em objetiva de 10x e de 40x.  (ANVISA) 

   

• Exame microscópico Direto com Tinta Nanquim (Tinta da China) 

Se você possui um material biológico líquido, como urina ou líquor, você pode usar a Tinta da china. A tinta Nanquim é um corante preto que não fere a célula que será analisada, visto que se assemelha a uma microscopia realizada em campo escuro. 

Essa técnica é utilizada para o exame de leveduras Cryptococcus, já que ficam mais fáceis de serem visualizadas após a coloração com tinta preta. É necessário realizar a análise microscópica em objetivas de 10x e 40x. 

  criptococcus criptococose tinta da china nanquim microscopia fungos cryptococcus sp levedura brotamento fungo exame microscopia tinta da china células em brotamento fungo negro tinta nanquim microbiologia

  

-Outras colorações 

Para o exame microscópico de fungos filamentosos é possível realizar coloração pelo método de GRAM e pelo método de coloração panótica (GIEMSA, LEISHMAN OU WRIGHT). Esse tipo de método é utilizado para pesquisa de Histoplasma capsulatum, pode ser usado em diferentes tipos de amostras biológicas, desde de sangue e medula óssea, até secreções.  

Para realizar o exame basta fazer um esfregaço, fixar com metanol e corar a lâmina. Aqui no blog do IBAP temos um artigo somente sobre coloração de GRAM. Clique aqui para saber mais e descobrir o passo a passo desta técnica. 

 

-Como é a reprodução dos fungos

 

reprodução assexuada e sexuada fungos reproducao fungos fulamentosos brotamento fragmentacao do micelio esporulacao

Reprodução assexuada das bactérias (Foto: Reprodução/Colégio Qi)-  www.biologianet.com

A reprodução dos fungos acontece tanto de forma sexuada, quanto de forma sexuada. A reprodução assexuada pode ser por brotamento, por fragmento do micélio ou por esporulação.
No brotamento é através do surgimento de brotos (células filhas) no organismo, cada um destes brotos irá gerar novos indivíduos.
A reprodução por fragmento de micélio acontece uma quebra das hifas que irão gerar novos clones.
E por fim, a esporulação o tipo de reprodução que utiliza hifas modificadas chamadas esporangióforos. Na ponta de cada espongióforos fica uma região chamda esporângio onde o espero será maturado. Após o seu amadurecimento, este esporo será liberado no ambeitente e encontrando condições favoráveis irá gerar um novo micélio.

A reprodução sexuada acontece por meio da plasmogamia, onde há fusão do citoplasma dos micélios; a cariogamia, onde os núcleos hapoides se unem gerando célulcas diploides; e a meiose que dá origem a células com mais variedade genética.

  

-Como são as colônias de fungos filamentosos?

caracteristica dos fungos identificação dos fungos filamentosos exame macroscópico fungos algodoado colonia filamentosa

Para identificar a colonia de fungos filamentosos no exame macroscópico é necessário analizar o aspecto desse microorganismo. Esssas colônicas apresentam uma textura semelhandte a algodão e com aspecto pulverulento.

 

Referências 

Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Detecção dos fungos de importância médica. Disponível em: http://www.anvisa.gov.br/servicosaude/microbiologia/mod_7_2004.pdf   

MORAES, A.M.L.; PAES, R.A.; HOLANDA, V.L. Conceitos e MÈtodos para a FormaÁ„o de Profissionais em LaboratÛrios de Saúde – Fiocruz. Disponível em: http://www.epsjv.fiocruz.br/sites/default/files/cap4.pdf  

FLEURI, L F; SATO, H H Produção de protoplastos e lise da parede celular de leveduras utilizando β-1, 3 glucanase. Food Science and Technology, v. 30, n. 2, p. 471-476, 2010.  

FORTES, Maria Rita Parise et al. Immunology of paracoccidioidomycosis. Anais brasileiros de dermatologia, v. 86, n. 3, p. 516-524, 2011. 

 

Autora 

Marina da Silva Caxias – Biomédica – Pós graduanda em Diagnóstico por imagem. 

 

Você também vai gostar de ler:

Você Precisa Entender a Interação Entre Microbiologia Clínica e Resistência Bacteriana? Então Leia Este Artigo AGORA!

Microbiologia Clínica: conheça os procedimentos básicos clicando aqui!

 

Nenhum comentário ainda

You must be logado em para post a comment.