Quais as tendências em estética facial e corporal?

01 jun
Postado por IBAP Cursos Categoria: Blog

A tecnologia no mundo da beleza está cada vez mais avançada. Novas técnicas surgem de tempos em tempos e os pesquisadores estão trabalhando arduamente para inovar. Os tratamentos estéticos vêm se tornando menos invasivos, oferecendo um menor desconforto para quem se submete a eles.

Existem diversas soluções em estética que conseguem deixar tanto a pele do corpo como a do rosto impecáveis. E você pode oferecer isso para os seus clientes investindo em cursos na área. Quanto mais tratamentos você e sua clínica dominarem, melhor vai ser!

Veja abaixo em que investir e quais são as últimas tendências no mundo da beleza!

 

Tendências em estética facial

1. Drenagem linfática facial

É muito mais comum ver e aplicar drenagem no corpo, mas ela também pode ser usada no rosto. Os movimentos são suaves e devem estimular uma maior circulação do sistema sanguíneo e linfático. Assim, auxilia na redução do acúmulo de líquidos e também de gorduras em alguns pontos do rosto.

Há outros benefícios que a drenagem linfática facial pode oferecer. Como há uma maior movimentação do sangue, consequentemente os tecidos recebem mais oxigênio e outros nutrientes. Isso acaba melhorando a saúde da pele que estimula a produção de colágeno, ficando mais firme e revitalizada.

É possível também associar outros produtos durante a drenagem como alguns cremes próprios para a pele do rosto. Isso trará resultados ainda mais impressionantes e deixará a técnica mais fácil de ser realizada.

 

2. Peeling

Apesar de já ser um tratamento relativamente antigo e já bem conhecido, ele continua sendo um dos mais procurados. Durante o inverno, por exemplo, diversas são as pessoas que procuram os esteticistas para realizá-lo. Ele tem como objetivo suavizar as rugas, melhorar a textura e promover o clareamento ou desaparecimento completo das manchas.

Existem diversos tipos de intensidade para os peelings e, dependendo de qual seja usado, o tempo para a recuperação total da pele pode variar. Os que são realizados mais superficialmente na pele, se recuperam quase que de imediato. Já os mais profundos necessitam de mais tempo.

Os peelings superficiais conseguem agir apenas da camada mais externa da pele, e podem ser feitos tanto por agentes mecânicos (peeling de cristal ou diamante), como por agentes químicos (ácido mandélico e ácido glicólico). Já os peelings profundos atingem as camadas mais profundas da pele, como por exemplo o peeling de fenol.

3. Microagulhamento

Esse tipo de tratamento promove pequenos furos na pele. Como o próprio nome já diz, são microagulhas que penetram no tecido epitelial e promovem microlesões. O grande objetivo disso é fazer com que os agentes cicatrizantes que temos no organismo criem um novo tecido. Desta forma, a pele vai se renovando a cada sessão e ficando mais jovem.

Estamos falando aqui de um pequeno rolo (parecido com os utilizados para pintar parede só que de tamanho bastante reduzido). Nele há entre 180 a 560 agulhas – quanto mais agulhas, mais lesões e maior recuperação da pele. Isso induz a produção de colágeno, uma das proteínas responsáveis pela firmeza da pele.

É um procedimento que pode ser feito todos os meses por ter um tempo de recuperação reduzido e não ser muito agressivo. O ideal é que seja realizado durante o inverno, mas pode ser feito também no verão desde que os cuidados sejam redobrados.

 

4. Limpeza de pele

Um procedimento simples e já bastante conhecido e igualmente procurado. A limpeza de pele tem como função manter a cútis sempre limpa, removendo os resíduos e sujeira que se acumulam no dia a dia. Também remove o acúmulo de outros produtos como maquiagem e o excesso de sebo que as glândulas produzem. Essas substâncias podem causar danos e desenvolver a acne por exemplo.

Ele pode ser realizado em qualquer época do ano porque não é abrasivo, ou seja, não remove nenhuma das camadas da pele. Também pode ser feito com maior frequência se comparado aos outros tratamentos estéticos.

 

Tratamentos estéticos corporais

1. Massagem Modeladora

A massagem modeladora é uma técnica não-invasiva que tem como objetivo reduzir medidas corporais. Ela é feita, principalmente, na região do abdome ou em outras áreas nas quais as gorduras se acumulam como glúteos, coxas e culotes.

A massagem é realizada usando os movimentos das mãos de forma rápida e intensa sobre a pele. É exercida uma certa pressão unida ao “amassamento” da pele e deslizamento das mãos. Esse procedimento consegue atingir as camadas mais profundas da pele e com isso quebram as células de gordura. Estas, por sua vez, vão para a corrente sanguínea de onde poderão ser usadas como fonte de energia.

Ela oxigena os tecidos, acelera o metabolismo local e leva mais nutrientes para as regiões próximas. Ameniza o aspecto da celulite, modela o corpo e reduz medidas.

 

2. Manthus

Outra técnica que também ajuda a combater a celulite e reduz as medidas do corpo como pernas, abdome, culote, braços e glúteos. É utilizado um aparelho que emite ondas de ultrassom através de uma corrente elétrica de baixa intensidade. Consegue desnaturar as células de gordura fazendo com que essa substância seja mais utilizada na geração de energia para as funções do corpo.

 

3. Drenagem linfática

A finalidade aqui é a mesma do tratamento facial: estimular a circulação sanguínea e linfática. Desta forma, mais nutrientes e oxigênio chegam a todas as partes do corpo melhorando seu funcionamento. Essa técnica consegue reduzir medidas já que elimina os líquidos formados pelo processo inflamatório promovido pelo tecido adiposo.

Outro benefício é a redução do fibro edema geloide (FEG), comumente conhecido por celulite. O FEG é uma alteração estética do relevo cutâneo decorrente de modificações vasculares e do aumento da camada de gordura da pele. Esse processo leva à formação de edema. Esse líquido fica acumulado entre as células e forma as ondulações na pele. Com a aceleração do fluxo do sangue e da linfa, o acúmulo dessa substância diminui.

 

4. Depilação a laser

A depilação é indicada para reduzir a quantidade de pelos em diversas regiões do corpo: virilha, axilas, pernas, buço, entre outras. Muitas pessoas chamam essa técnica erroneamente de Depilação Definitiva. Ela não pode ser chamada dessa forma porque não consegue eliminar todos os pelos.

O que ocorre é a redução de cerca de 95% dos pelos na região tratada. A quantidade de pelos que permanece é mínima e as sessões para a remoção ficam cada vez menos necessárias. É um tratamento seguro e bastante eficaz. O laser atinge a melanina presente no fio (proteína responsável pela coloração do pelo) e quanto mais melanina, mais calor é absorvido. Esse calor atinge a raiz do pelo e assim consegue eliminá-lo.

 

Como você pode ver, há diversas possibilidades de aplicação dos conhecimentos de um curso de estética tanto na área facial quanto na corporal. Quanto mais cursos você fizer, mais tratamentos poderá estar habilitado a fazer, conquistará mais clientes e assim, terá mais sucesso na sua carreira.

Campo de atuação há e muito! Você pode crescer como profissional e sempre aprimorar os seus conhecimentos. Veja como os nossos cursos podem te ajudar nisso!

 

Nenhum comentário ainda

You must be logado em para post a comment.