meio-de-cultura

Meios e condições para o cultivo de microrganismos

05 ago
Postado por Categoria: Blog

O cultivo de microrganismos é fundamental para o conhecimento científico biológico geral. Através desses micros seres vivos é possível analisar a história do mundo, aprender sobre o comportamento do corpo humano, desenvolver cura para doenças e mais uma serie de possibilidades provindas do estudo científico.

A condição principal para o cultivo de microrganismo é fornecer um ambiente nutritivo isolado para que ocorra o crescimento desejado do microrganismo. Como estamos falando de princípio de análise, o isolamento é fundamental, visto que qualquer agente externo pode interferir no comportamento do microrganismo, interferindo nos resultados finais do estudo.

No caso de um tipo bactéria, pode ser requerido uma proteína, carbono, água e oxigênio para o cultivo de uma colônia. Se o objetivo for analisar um fungo ou até mesmo outro tipo de bactéria, a condição do ambiente vai variar. Em suma, a condição e o meio é alterada dependendo do tipo de microrganismo e objetivo almejado mediante o cultivo.

Porém, é válido ressaltar que por mais que o cultivo de microrganismos seja fundamental para a ciência e que os pesquisadores sempre estão evoluindo os seus métodos de trabalhos, a maioria desses micros seres vivos encontrados no ambiente não são cultiváveis em laboratórios, o que dificulta bastante o estudo dos mesmos.

 

Os tipos de meios de cultura para o cultivo de microrganismos

meio-de-cultura

Os meios de cultura utilizados nos laboratórios são classificados como sólidos, semissólidos e líquidos. Os semissólidos se caracterizam por conter uma parte de sua composição feita de água e/ou de uma gelatina específica utilizada nos laboratórios; o líquido, por sua vez, é caracterizado por um caldo repleto de nutrientes para o desenvolvimento do microrganismo.

A classificação dos meios de cultura é feita em duas categorizas: sintético e complexo.

  • Meio de cultura sintético:
    São classificados como meio de cultura sintético o ambiente nutritivo onde se sabe exatamente qual é a composição química. Esse método é muito comum em análises de laboratório, pois esse meio acaba suprindo as exigências nutritivas do organismo, permitindo o seu crescimento espontâneo.

 

  • Meio de cultura complexo:
    Por sua vez, os meios de cultura complexo não possuem uma composição exata, sendo variados ou não definidos, como amido, tomate, malte, etc. Esse meio é comum quando não existe uma necessidade nutritiva específica exigida pelo microrganismo. A cultura complexa é muito comum em fungos e bactérias heterotróficas.

A classificação dos meios de cultura

Os meios de cultura mais utilizados podem ser classificados pelas seguintes condições:

  • Meios enriquecidos: Para alguns microrganismos o seu cultivo será muito complicado, portanto, é necessário fornecer um ambiente enriquecido de nutrientes para que ele possa se manter e crescer, possibilitando a sua análise;
  • Meios diferenciais: Esse meio é utilizado para estabelecer diferenças em microrganismos semelhantes;
  • Meios seletivos: Os meios seletivos permitem a ação de uma substância que para o crescimento de um microrganismo permitindo o crescimento de outro. O objetivo, como o próprio nome indica, é fazer uma seleção a fim de realizar uma análise mais complexa;
  • Outros meios: Pré-enriquecido, seletivo e diferencial, triagem, identificação, dosagem, contagem e estocagem.

 

 Por: Marina Caxias | Texto Aprovado pelo Conselho Científico do Instituto Biomédico – IBAP

Este artigo faz parte da série de textos sobre microbiologia. Leia o próximo artigo da série: artigos sobre microbiologia clicando aqui

LER PRÓXIMO ARTIGO >>>>

Nenhum comentário ainda

You must be logado em para post a comment.