Entenda a Importância do Exame de Urina

07 jun
Postado por IBAP Cursos Categoria: Blog

Clique no link a seguir para baixar a versão em PDF (Entenda a importância do exame de urina – IBAP Cursos).

O exame de urina é um dos estudos mais fáceis de serem realizados. O exame laboratorial é importante para a detecção de uma série de doenças assim como para descartar a incidência de alguma afecção.

Este exame é usado como método de apoio diagnóstico desde o século XX. É um exame indolor e de simples coleta, isso o torna menos penoso e agressivo para os pacientes quando comparado com os exames de sangue. Estes últimos somente podem ser feitos através da retirada direta do sangue venoso mediante uma agulha. Sendo assim, a maior parte das pessoas não manifesta preocupação na hora de fazê-lo.

O exame de urina oferece pistas importantes sobre doenças sistêmicas, em especial as doenças dos rins e diabetes.

Embora quando se fala em exame de urina a maior parte das pessoas creia que há unicamente um tipo de exame, na verdade existem três tipos de análise: o EAS (Elementos Anormais do Sedimento), Urina 24 horas e a Urocultura.

 

Resultado de imagem para exame de urina

Neste texto, você ficará por dentro de diversos aspectos relacionados aos diferentes tipos de exame de urina. As informações contidas no artigo têm o intuito de ajudar a compreender os seus resultados e atentar para a importância da sua realização quando indicado pelo médico. Contudo, de forma alguma pretende-se que o paciente use este texto para fins diagnósticos. Tampouco incentiva-se a interpretação de exames sem a orientação de um especialista.

O exame de urina comum: o EAS (Elementos Anormais do Sedimento) ou Urina Tipo 1

Para fazer este estudo, é preciso que o paciente efetue a coleta de 40-50 ml de urina em um pequeno recipiente plástico. Este pode ser encontrado nas farmácias ou cedido pelo próprio laboratório onde o paciente realizará o exame. Normalmente, pede-se que a pessoa colete a primeira urina da manhã, excluindo o primeiro jato. Esta pequena quantidade de urina excluída serve para eliminar os resíduos que podem ficar estagnados na uretra. Vale lembrar que a uretra é o canal urinário por onde é transportada a urina desde a bexiga até o exterior. Após ocorrer a eliminação desse primeiro jato, procede-se à coleta do material no recipiente plástico.

É comum que a primeira urina da manhã seja a mais usada, no entanto, esta não é uma questão obrigatória. A urina pode ser coletada em qualquer momento do dia sem prejuízo do resultado final do teste.

É importante que a amostra da urina seja recolhida no próprio laboratório, pois quanto mais fresca for a amostra, mais confiáveis serão os resultados. Um intervalo de mais de duas horas entre a coleta e a avaliação podem desqualificar a urina. Isso acontece, em especial, quando a urina não se encontra refrigerada.

O exame é dividido em duas partes. A primeira é feita mediante reações químicas. Já a segunda é realizada por meio da visualização das gotas de urina no microscópio.

Na primeira etapa do exame, utiliza-se uma fita. Mergulha-se essa fita na urina. É importante informar que cada fita ou dipstick possui pequenos quadrados coloridos compostos basicamente de substâncias que reagem ao entrarem em contato com a urina. Ao aguardar um minuto, retira-se o dipstick da urina e compara-se a cor dos quadrados com a cor de referência encontrada em uma tabela. Geralmente, essa se encontra na embalagem.

Após a realização dessa etapa, procede-se à análise ao microscópio. Com a finalização dessa última fase e os resultados obtidos no primeiro momento do exame de urina é possível detectar os valores e a presença ou não de células, sedimentos e outros componentes.

Veja a seguir quais são os principais dados oferecidos por um exame de urina:

  • Nitrito;
  • Células epiteliais;
  • Cilindros;
  • Leucócitos;
  • Proteínas;
  • pH;
  • Densidade;
  • Glicose;
  • Hemácias;
  • Cetonas;
  • Cristais;
  • Urobilinogênio e bilirrubina.

 

Valores de referência para o EAS

Sobre a cor, é considerado normal quando a urina se apresenta na cor amarela à amarela clara. Há também outro indicador de normalidade, o cheiro. Urina saudável não apresenta cheiro forte.

Um exame EAS apresenta resultado normal quando o pH varia entre 5,5 e 7,5, a sua densidade encontra-se entre os valores de 1,005 e 1,030. No que se refere aos componentes, o exame é normal quando há ausência de urobilinogênio, bilirrubina, cetonas, proteínas, glicose, nitrito, sangue (hemácias e leucócitos).

Quando o exame detecta a presença do nitrito, assim como leucócitos e hemácias, pode haver a incidência de uma infecção urinária. No entanto, este exame é insuficiente para afirmar a ocorrência desta afecção. Ao desconfiar da doença, o médico solicitará a realização de uma urocultura (vamos explicar adiante).

 

URINA DE 24 HORAS

Este exame é muito importante, em especial para a detecção de problemas renais. Como o nome supõe, o exame é uma análise do material feita ao longo de 24 horas no intuito de descobrir o estado da função renal.

O exame de urina de 24 horas detecta alterações na funcionalidade dos rins mediante a detecção de algumas substâncias específicas na urina assim como a sua quantidade.

Em um exame de urina 24 horas é possível detectar:

  • Citrato;
  • Ácido úrico;
  • Oxalato de cálcio;
  • Sódio;
  • Potássio;
  • Proteínas;
  • Clearance de creatinina;
  • Cálcio.

 

O exame de 24 horas pode detectar ainda a presença de outras substâncias tais como ureia, amônia, fosfato, magnésio, entre outras.

Esta análise não é difícil de ser realizada. Para o correto desenvolvimento das provas, é preciso que o paciente siga algumas considerações tais como usar o recipiente oferecido pelo laboratório (questões de assepsia). Também é preciso descartar a primeira urina do dia urinando no vaso sanitário e anotar o horário dessa primeira micção. Após esta primeira urina do dia, é preciso colocar uma amostra de todas as micções durante 24 horas no recipiente. Inclusive, é necessário adicionar uma amostra de urina no mesmo horário da urina descartada no dia anterior. Pode haver tolerância de no máximo 10 minutos.

Quando a coleta for finalizada, é necessário levar o recipiente ao laboratório o mais rápido possível.

 

Valores de referência do exame de urina 24 horas

Para ser considerado dentro da normalidade, o índice de albumina deve ser menor que 30 mg durante 24 horas. Já as proteínas totais não podem ter um índice superior a 150 mg em 24 horas. O nível de cálcio varia com ou sem dieta. Quando a pessoa faz dieta ele pode assumir valores entre 60 e 180 mg. Quem não faz dieta manifesta valores normais quando esse mineral tem concentração de até 280 mg por 24 horas.

O clearence de creatinina pode alcançar valores entre 80 e 120 ml por minuto.

 

UROCULTURA (cultura de urina)

A urocultura é o tipo de exame de urina realizado a fim de encontrar bactérias, fungos ou outros microrganismos infecciosos neste material biológico. A principal referência é a ausência de tais agentes.

A urina, quando as condições de saúde estão normais, apresenta-se asséptica, ou seja, sem a presença de organismos infecciosos. No entanto, em certas ocasiões a urina pode apresentar alguns tipos de microrganismo, destacando-se as bactérias. A questão fica mais séria quando os valores desses organismos são muito altos. Quando estão presentes em números muito elevados, as bactérias podem ocasionar infecções no trato urinário.

O nome da patologia depende da sua localização. Quando as bactérias atacam a bexiga chama-se cistite, quando a uretra se encontra afetada denomina-se uretrite, entre outras denominações.

Para realizar este estudo, é necessário efetuar a coleta da amostra de urina do paciente. No que concerne à retirada da urina, ela pode ser espontânea, similar à coleta realizada no EAS. Também é possível realizar mediante coleta de urina direto da bexiga, método chamado de punção suprapúbica. Esta técnica é usada quando o paciente não consegue urinar. Em alguns pacientes internados em hospitais é indicada a sonda vesical.

O resultado deste exame pode ser positivo ou negativo. Quando é positivo quer dizer que há presença de bactérias e estas apresentam crescimento colonial efetivo. Portanto, resultados positivos indicam um processo infeccioso no trato urinário.

 

Deseja saber mais informações acerca deste e de outros assuntos relacionados à área da saúde e análises clínicas? Confira os outros posts no Blog do IBAP Cursos e fique por dentro das novidades.

 

REFERÊNCIAS

http://www.minhavida.com.br/saude/temas/urina-com-sangue

http://www.labtestsonline.org.br/understanding/analytes/urine-culture/tab/test/

http://saude.abril.com.br/medicina/conheca-6-causas-inusitadas-da-infeccao-urinaria/

https://www.plugbr.net/oxalato-de-calcio-e-muco-no-resultado-do-exame-de-urina/

https://www.tuasaude.com/exame-de-urina/

https://www.tuasaude.com/exame-de-urina-de-24-horas/

http://www.mdsaude.com/2010/09/urina-24-horas.html

http://www.abc.med.br/p/exames-e-procedimentos/352669/urocultura+o+que+e+para+que+serve+como+este+exame+e+feito.htm

https://www.tuasaude.com/exame-de-urocultura/

http://www.labtestsonline-pt.org/tests/UrineCulture.html?tab=3

 

 

Nenhum comentário ainda

You must be logado em para post a comment.