Entenda as diferenças entre Técnico, Tecnólogo e Especialista em Estética

23 maio
Postado por IBAP Cursos Categoria: Blog

Se você está querendo fazer um curso de estética já deve estar com essa dúvida na sua cabeça: qual é a diferença entre Técnico, Tecnólogo e Especialista? É muito importante que esse tipo de questionamento fique bem claro na sua mente já que isso fará toda a diferença no seu futuro profissional.

Vamos falar agora de cada um desses tipos de formação profissional e quais as suas principais características. A partir desses conceitos você conseguirá identificar as principais diferenças e qual é a melhor opção para você.

 

Como é um curso técnico?

Primeiro, vejamos quais são as principais características de um curso técnico. Ele é considerado um curso de nível médio e tem como função capacitar o estudante tanto na parte teórica quanto na prática. Muitas pessoas realizam esse tipo de curso para conseguir uma boa inserção no mercado de trabalho de forma mais imediata.

Se você já concluiu o ensino fundamental, pode se matricular em um curso técnico. Ele pode ser realizado ao mesmo tempo que o nível médio sem problemas. Porém, para receber o certificado é necessário ter concluído todo o colégio, e em alguns ter completado 18 anos.

 

Como funciona o curso de técnico em estética?

O curso tem como função preparar o aluno para que ele consiga atuar de forma profissional realizando diversos procedimentos estéticos de menor complexidade. Ele deverá avaliar as condições da pele e optar pelos recursos cosméticos e tecnológicos mais adequados para o tratamento.

Esse tipo de curso costuma apresentar uma carga horária menor quando comparado a outras modalidades de ensino, geralmente 18 a 24 meses. A formação do profissional, neste caso, é mais operacional, ou seja, possui menos teoria e mais prática. Geralmente conta com aulas práticas, nas quais os estudantes são acompanhados por um professor responsável e já começam a atender o público ainda enquanto alunos.

Para aqueles que desejam abrir o próprio negócio, alguns cursos técnicos costumam abordar temas sobre o relacionamento com o cliente e também sobre gestão de negócios.

 

Como é um curso tecnólogo?

Já é possível identificar algumas diferenças significativas do curso de tecnólogo para o de técnico. Uma delas é o fato do aluno sair do curso com um diploma de nível superior válido em todo o território nacional. Outro ponto que merece destaque é que ele possui duração mínima de 2 anos.

Para entrar nesse tipo de curso é necessário ter o certificado de conclusão do ensino médio. Essa modalidade é ofertada por faculdades e universidades públicas ou privadas. Há disciplinas teóricas e práticas e pode exigir do aluno um estágio ou o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

 

Como funciona o curso de tecnólogo em estética?

Quem pensa em realizar o curso de tecnólogo em estética aprenderá de forma aprofundada os conhecimentos operacionais e teóricos. Serão vistas disciplinas que envolvem conhecimentos em farmacologia, anatomia, fisiologia e nutrição.

Também é possível encontrar cursos com outros enfoques a mais que se configuram em áreas de trabalho como eletroterapia, visagismo, dermatologia, cosmetologia, tricologia (estudo dos cabelos), entre outros.

Com a realização desse curso é possível abrir um negócio próprio, realizar atendimento domiciliar, trabalhar em clínicas estéticas, hotéis, spas, academias e outros espaços de ações multidisciplinares.

 

Como é um curso de especialista?

Para ter o título de especialista é necessário ter nível superior completo. Um curso de especialização, normalmente, dura cerca de 2 anos e costuma ter assuntos relacionados com o curso de graduação. Por exemplo, quem é formado em fisioterapia e quer trabalhar na área de estética deve realizar uma especialização em Fisioterapia Dermatofuncional.

 

O que faz um especialista em estética?

Há alguns tipos de procedimentos que podem ser realizados apenas pelo profissional especialista já que ele possui maior embasamento teórico sobre o assunto. Como consequência, o mercado de trabalho fica maior e há um leque de opções.

É possível investir em tratamentos que realizem a redução da gordura localizada de forma mais rápida como a Criolipólise. Esse tipo de técnica realiza o congelamento da gordura localizada e faz uma espécie de vácuo na região. Muitos cuidados devem ser tomados com essa técnica e para utilizá-la é necessário ser especialista na área.

Outra boa área do mercado é a depilação à laser. É necessário ter uma especialização em estética já que ocorre o uso de instrumentos que podem danificar a pele do paciente. É necessário ter o conhecimento sobre a fisiologia da pigmentação, como funcionam os melanócitos na presença de calor.

 

Como anda o mercado de trabalho?

Há uma grande demanda por esteticistas no mercado. Mesmo em meio a toda essa crise, o mercado da beleza foi o único que só fez crescer. Justamente por toda essa demanda, em 2012 a profissão de técnico em estética foi regularizada através da lei 12.592. A partir de 2012 os Técnicos e Tecnólogos na área de estética poderão se inscrever no Conselho Regional de Biomedicina da jurisdição correspondente à região em que realizarem a atividade profissional. O rol de atividades a serem realizadas pelos técnicos, tecnólogos e biomédicos poderá ser consultada na Normativa nº 01/2012 do CFBm.

 

 

Quem possui cursos na área pode atuar nos mais diversos mercados, como:

  • peelings faciais;
  • limpeza de pele;
  • depilação a laser;
  • podologia;
  • desenvolver produtos estéticos capilares;
  • atuar no pré e pós operatório de abdominoplastia;
  • tratamento de estrias;
  • redução de medidas

Também é possível trabalhar em outros ramos como prestação de consultoria para clínicas e demais profissionais, maquiagem profissional, terapia capilar, estética facial ou corporal, massoterapia e outras. Muito vai depender do tipo de curso escolhido e da grade curricular oferecida.

Mesmo durante a crise, essa é uma excelente área para investir. O mercado apresenta um crescimento de 10% ao ano dentro dos últimos 20 anos. Além disso, uma das coisas que promovem maior atração dentro da estética é a possibilidade de ser o seu próprio chefe. É possível abrir um estabelecimento físico ou mesmo prestar atendimento domiciliar no caso dos profissionais que desejam maior liberdade.

Outra possibilidade que tem chamado a atenção nos últimos anos por conta das mídias digitais é o mercado dos blogs. É possível montar um próprio e dar dicas sobre o assunto, postar vídeos e expandir o seu negócio de dentro de casa. Os ganhos começam a aparecer quando marcas te pagam para falar dos produtos que elas oferecem.

Se interessou? Então conheça os nossos cursos na área de estética e tire todas as suas dúvidas sobre essa profissão!

 

 

 

Nenhum comentário ainda

You must be logado em para post a comment.