Diagnóstico e Tratamento do Vitiligo

31 mar
Postado por Categoria: Blog

O vitiligo é uma doença cutânea que ocasiona a perda da pigmentação da pele, provocando o surgimento de manchas por todo o corpo. Ainda hoje, não é possível prever a extensão da doença ou o quanto a pessoa sofrerá com a perda da cor natural da pele.

O vitiligo pode afetar qualquer parte do corpo, inclusive o cabelo, passando pelo interior dos olhos e da boca. Pode afetar também pessoas de qualquer raça ou tipo de pele, se tornando mais evidente em pessoas com pele escura.

Há um preconceito por parte de outras pessoas que acham que o vitiligo é uma doença contagiosa, mas isso não é verdade. A doença, inclusive, não representa nenhum risco para os seus portadores, no entanto, pode ocasionar perda de autoestima e depressão, devido à aparência provocada pelas manchas.

4-2_00006

Tipos de Vitiligo

A doença pode ser dividida em dois tipos diferentes: vitiligo localizado e vitiligo generalizado.

No vitiligo localizado, as manchas costumam surgir em três partes do corpo, apresentando uma rápida evolução, de semanas ou meses, estabilizando-se logo em seguida. Depois disso, as manchas param de aparecer.

O vitiligo generalizado aparece como uma evolução do localizado, e parte para outros locais do corpo, podendo evoluir rapidamente.  No vitiligo generalizado universal, que é muito raro, mais de 70% do corpo é acometido pelas manchas.

Causas e sintomas do vitiligo

Os médicos e cientistas ainda não conseguiram explicar qual é a causa do vitiligo. O que se sabe é que a doença aparece quando as células formadoras de melanina morrem ou param de funcionar corretamente.

Algumas especulações médicas afirmam que o vitiligo pode estar relacionado à hereditariedade e a alguns fatores externos, como situações de estresse e exposição excessiva ao sol.

Entre os principais sintomas da doença, estão:

– perda da pigmentação da pele

– alteração da camada interna do globo ocular

– aparição de manchas descoloridas na região das axilas, umbigo e órgãos genitais

– perda da pigmentação dos cílios, barba, sobrancelha e cabelo

– alteração da cor dos tecidos do interior da boca e do nariz

As manchas podem aparecer em todo o corpo, em apenas um lado, ou em locais específicos, de acordo com o tipo da doença. Não é possível prever como a doença irá progredir. Em alguns casos, as manchas param de aparecer subitamente, sem necessidade de tratamento.

Diagnóstico e tratamento do vitiligo

Se você apresentar um ou mais sintomas semelhantes aos que foram descritos acima, é fundamental procurar um médico dermatologista para diagnosticar a doença. O diagnóstico é feito com base no histórico médico do paciente, na biópsia de uma amostra da pele e em exames de sangue.

Se necessário, o médico pode solicitar que o paciente faça outros exames, para facilitar o diagnóstico da doença.

Existem alguns tratamentos que podem ser feitos para restaurar a cor original da pele. Esses procedimentos, no entanto, variam de acordo com o organismo de cada indivíduo e apresentam resultados imprevisíveis.

Interromper ou paralisar o vitiligo pode ser muito difícil. No entanto, alguns organismos reagem tão bem ao tratamento que conseguem não só estancar a doença, mas reverter os efeitos causados por ela por meio do tratamento medicamentoso.

4-2_00008

Os cremes a base de corticoides e vitamina D são mais indicados pelos médicos no tratamento contra o vitiligo e os medicamentos que atuam diretamente sobre o sistema imunológico também podem ser recomendados.

Não desanime nem perca as esperanças, é possível curar o vitiligo, disfarçar ou até mesmo reverter os sinais causados pela doença.

Nenhum comentário ainda

You must be logado em para post a comment.