De matar, só que não: conheça o drink feito com veneno de tarântulas

01 jun
Postado por IBAP Cursos Categoria: Blog

Em 2015, o mixologista Romeo Palomares recebeu um desafio do seu chefe: criar um drink novo, com sabor único e que fizesse jus ao Luciferina Bar, no qual ele trabalha na Cidade do México. Como o Dia dos Mortos (2 de novembro), uma tradicional data no país, estava se aproximando, Palomares visitou o mercado de bruxaria de Sonora, que tem muitos produtos esotéricos e inusitados.

Entre as várias barraquinhas, Palomares perguntou para uma mulher que tipo de ingrediente especial ele poderia colocar em um coquetel para dar aquele tchã a mais na bebida. Ela sugeriu veneno de tarântula, que o especialista em bebidas achou estranho, mas acabou provando.

Segundo Palomares, ele sentiu um sabor ácido e salgado, semelhante ao de ostras, que causou uma leve ardência na boca e formigamento da garganta. A dose tomada não oferecia riscos à sua saúde, por isso ele resolveu comprar o ingrediente bizarro para preparar uma bebida que combinasse com o sabor.

Concentração do veneno é bastante baixa na bebida, mas já causa as sensações desejadas

Normalmente, o cara leva duas horas para criar um drink novo, para este caso foram necessários vários testes, o que consumiu cinco dias de trabalho. Claro que tomar tanto veneno teve um efeito colateral, e Palomares foi parar no hospital com uma inflamação severa na garganta. Porém, ele chegou à combinação perfeita que não ofereceria riscos aos clientes.

A novidade foi batizada de Aragog, em homenagem à aranha que aparece na saga Harry Potter. Cada copo de 500 ml da bebida contém 0,05% de veneno – algo mínimo, mas que já causa as sensações de dormência e ardência. O drink também leva mescal mexicano, pisco chileno, cachaça brasileira, suco de manga e um toque de limão.

Entre outros efeitos colaterais sentidos por quem já provou o coquetel estão a hipersalivação e peso nas pálpebras, mas nada que não passe depois de alguns minutos. Segundo Palomares, um médico atestou que o drink não oferece riscos à saúde – tanto que está sendo o maior sucesso no Luciferina Bar, que vende até 200 dele por noite.

 

Romeo Palomares diz que a bebida é feita com “três espíritos”: mexicano, chileno e brasileiro.

 

FONTE:  Mega Curioso

Nenhum comentário ainda

You must be logado em para post a comment.