Conheça os Sintomas de Depressão

31 mar
Postado por Categoria: Blog

A depressão é uma das doenças mais comuns da atualidade. O distúrbio afetivo que deixa as pessoas completamente desmotivadas e sem nenhuma expectativa em relação à vida tem deixado médicos e pesquisadores em estado de alerta.

Quem sofre com a doença sofre também coma a presença constante da tristeza, do pessimismo, da baixa autoestima e da sensação frequente de que nada pode dar certo.

Muitas pessoas costumam acreditar, erroneamente, que a depressão não é uma doença, mas sim uma frescura, uma forma que as outras pessoas encontram de chamar a atenção, mas na realidade, não é nada disso que acontece.

4-2_00009

A depressão é uma doença séria, e o acompanhamento por profissionais de saúde é imprescindível para que o paciente possa receber o tratamento adequado.

A doença pode aparecer em indivíduos que passam por situações de estresse constante, ou que viveram um grande trauma recentemente. Um acidente de automóvel ou a perda de um ente querido são fatores comuns que podem desencadear um quadro de depressão.

Sintomas de Depressão

Você pode estar convivendo com uma pessoa com depressão sem se dar conta disso, por isso, é muito importante estar atento aos detalhes e principalmente aos sintomas, que costumam denunciar facilmente o quadro do paciente. Entre eles, podemos citar:

– Cansaço, desânimo, esforço desproporcional para a realização de tarefas simples e cotidianas

– Irritabilidade, humor depressivo, angústia e ansiedade

– Apatia ou incapacidade de demonstrar alegria em situações consideradas agradáveis anteriormente

– Falta de motivação e desinteresse

– Sentimentos de desespero, medo, insegurança, desamparo e vazio

– Vontade de morrer e tentativas de suicídio

– Visão pessimista da realidade, onde tudo é distorcido e visto sob a ótica depressiva

– Raciocínio lento, dificuldade de concentração e esquecimento

– Queda do apetite sexual e da libido

– Insônia ou sono leve, facilmente interrompido (o paciente costuma acordar várias vezes durante a noite).

– Problemas físicos e dores não justificadas por exames médicos, incluindo dores de barriga, azia, má digestão, tensão nos ombros e na nuca, dor de cabeça, pressão no peito, entre outros.

Apresentar um ou mais sintomas como esses pode indicar que a pessoa está sofrendo de depressão. Se você tem algum parente ou amigo próximo que está passando por situações semelhantes à essa, procure ajudá-lo e levá-lo ao médico e psicólogo.

O tratamento com um especialista é o mais indicado para combater a doença e fazer com que o paciente volte a ter uma vida normal, livre de medos e inseguranças.

4-2_00011

Tratamento da Depressão

O tratamento da depressão é praticamente todo realizado com medicamentos. Atualmente, existem mais de 30 antidepressivos disponíveis no mercado que podem ser eficazes no combate à doença.

Algumas pessoas afirmam não utilizar medicamentos como esses, por considerá-los altamente viciantes. No entanto, desde que haja acompanhamento de profissional qualificado, não há motivo para preocupação. A terapia feita com medicamentos para curar a depressão é razoavelmente simples.

Em alguns casos, há pacientes que precisam de tratamento de manutenção que podem durar por meses, anos, ou até mesmo durante a vida inteira, com o objetivo de evitar novos episódios de depressão.

Nesse cenário, a psicoterapia é um dos tratamentos mais indicados. Apesar de até o momento não haver cura para a doença, a psicoterapia pode impedir novos quadros de depressão, auxiliando na reestruturação psicológica do paciente, aumentando a sua compreensão sobre a depressão e ajudando-o na resolução de conflitos.

Se você está sofrendo com a depressão agora, não tenha medo. Procure um psicólogo e um psiquiatra e conte todos os sinais e sintomas, bem como tudo o que tem acontecido na sua vida durante os últimos tempos.

A depressão pode parecer uma doença terrível e de difícil solução, mas com força de vontade, e o acompanhamento adequado, é possível vencê-la e voltar a levar a vida normalmente.

Nenhum comentário ainda

You must be logado em para post a comment.