Bactéria pode ser culpada por ataques de asma em crianças

Bactéria pode ser culpada por ataques de asma em crianças

21 maio
Postado por Categoria: Blog

“Nós encontramos uma relação significativa entre as infecções bacterianas e ataques agudos de asma – acima e além da relação esperada entre as infecções virais e ataques”, diz Hans Bisgaard, professor de pediatria no DPAC (Danish Paediatric Asthma Centre – Centro Pediátrico Dinamarquês de Asma, da Universidade de Copenhagen).

O estudo examinou cerca de 361 crianças com idades entre quatro semanas e três anos para determinar a presença de infecções virais e bacterianas durante ataques de graves de asma. Os resultados permitiram concluir que o número de ataques foi tão alto em crianças com infecções respiratórias bacterianas como naquelas com infecções virais.

 

O que é asma?

asma-em-crianças

De acordo com a SBPT (Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia), a “asma é uma doença comum das vias aéreas ou brônquios (tubos que levam o ar para dentro dos pulmões) causada por inflamação das vias aéreas”.

Uma pessoa diagnosticada com asma pode vir a sofrer com os seguintes sintomas: Falta de ar ou dificuldade para respirar; sensação de aperto no peito ou peito pesado; chio ou chiado no peito; e tosse.

Vale ressaltar que os sintomas não são unanimidade em todos os pacientes, pois existe uma variabilidade que pode ocorrer dependendo do dia e das condições que a pessoa que está tendo uma crise de asma. As reações também podem variar negativamente, podendo piorar durante à noite, madrugada ou por causa da prática de atividades físicas. Como não existe cura para a asma, os sintomas tendem a desaparecer com o tempo, mas às vezes retornam em casos isolados provocados pela doença, normalmente por causa de gatilhos.

Os gatilhos da doença são normalmente algo que pode vir a provocar os sintomas da asma. Na labirintite, uma pessoa que come muito chocolate ou ingere muito álcool pode ter o seu labirinto afetado pelas substâncias presentes no alimento e na bebida, provocando assim um episódio da doença. Com a asma o processo é o mesmo, ácaros, pólen, pelo de animais ou qualquer coisa que afete a qualidade da respiração do indivíduo, como uma sequência de espirros descontroladas, pode acabar servindo como gatilho para a asma.

 

É possível utilizar antibióticos para controlar e tratar ataques de asma?

asma

“Isso indica que a bactéria pode exacerbar os sintomas da asma, mesmo se não houver uma infecção por vírus,” diz o professor Bisgaard. “Os resultados abrem um método totalmente novo para tratar ataques graves de asma. Não podemos tratar infecções virais, mas os cientistas vão agora analisar se o tratamento com antibióticos pode ajudar as crianças quando eles tiverem um ataque de asma se elas também estiverem sofrendo por causa de uma infecção bacteriana infecção.”

“Ser capaz de usar antibióticos para tratar ataques de asma em crianças seria revolucionário”, concluiu o professor Bisgaard.

A pesquisa foi originalmente publicada na Britich Medical Journal, no dia 4 de Outubro de 2010; desde então os efeitos dos antibióticos no tratamento de ataques de asma passaram a ser examinados em grande escala com estudos clínicos realizados pela DPAC.

 

Fonte: www.eurekalert.org

Por: Marina Caxias | Texto Aprovado pelo Conselho Científico do Instituto Biomédico – IBAP

Nenhum comentário ainda

You must be logado em para post a comment.